Archive for the ‘Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada!’ Category

Sarcasmo Raro Lyrics – EDIÇÃO ESPECIAL

9 de setembro de 2011

Salve raruxada!
“A Sociedade do Espetáculo” já está entre nós e, para que todos fiquem afinadinhos, nós trouxemos uma novidade bacãããããna!

Esperamos que gostem e compartilhem!!!

Clique na imagem para visualizar

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada! [6]

4 de setembro de 2011
Para nós postar essa letra é mais que uma simples “informação” é uma das formas que temos de homenagem nossa amiga de tantos dias, noites e madrugadas.
Muito obrigado, Belinha, por ter permitido que fizéssemos parte da sua história.
Fernando, parabéns por, através de seu talento, eternizar, em forma de música, essa pessoa tão especial para todos nós. RE-VIDAR BELA!!!
A música pode ser baixada através dos QRCode abaixo:

qr2

TRANSIÇÃO
(Fernando Anitelli)

Apreciar os riscos e suposições
Manifestar brandura e mansidão
Assegurar acessibilidade
E preservar coragem e transição

Se enunciar repleta, intacta
Apta a habitar todo lugar
Se aflorar, Bela!

Assim que for embora
Perpetuar a história
Desvalidar o improvável
Desdenhar do inconcebível

Ocupar o ar das horas plenas
Serenas, inéditas e autênticas
Re-vidar, Bela!

Desperta em nós
Nova aurora ao coração
Ensina a perder
Medo

Alcança a voz
Acordar de prontidão
Anunciar

Milagres acontecem quando a gente vai à luta!

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada! [5]

4 de setembro de 2011
Na Terça-feira será lançado o 3º álbum d’O Teatro Mágico e tivemos hoje, Domingo, a grata surpresa do lançamento de mais 2 músicas de #asociedadedoespetaculo. E, como tem sido a cada lançamento, disponibilizamos a letra pra todos mundo cantar bonitinho.
A música pode ser baixada através dos QRCode abaixo:

QRCODE

Eis:

ESSE MUNDO NÃO VALE O MUNDO
(Fernando Anitelli)

É preciso ter pra ser ou não ser, eis a questão
Ter direito ao corpo e ao proceder, sem inquisição
A impostura cega, absurda, imunda, a quem convém
Essa heterointolerância branca te faz refém

Esse mundo não vale o mundo, meu bem
Esse mundo nao vale o mundo, meu bem

Grita terra mãe que nos pariu, parou
Beleza de natureza vã e vil, cegou
Ser indiferente ao ser diferente, é sem senso
Agoniza um povo, estatisticamente, seu tempo

Na maneira… que for
Na bandeira… na cor

Colonizam grão as dores da estação
Somos massas e amostras
Contaminam o chão, família e tradição
Nossas castas, encostas

Essa tristura destemperada
Nosso parecer

Esse mundo não vale o mundo, meu bem
Esse mundo nao vale o mundo, meu bem

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada! [4]

3 de setembro de 2011
Há menos de uma semana do lançamento de “A Sociedade do Espetáculo”, é disponibilizada a nova versão de “O Novo Testamento” e nós, como semrpe, queremos todo mundo cantando direitinho.
A música está disponível para download em http://mtv.uol.com.br/musica/jogue-e-ouca-a-musica-inedita-do-teatro-magico

Apresenta-se:

O NOVO TESTAMENTO
(Fernando Anitelli)

Pode parecer prudência redispor a mesa e a disposição
Reciclar o som a tempo
Reconsiderar passadas ressalvas

Todo resquício
Esse excesso e vício interior
Todo não achado
Todo inacabado bom
Todo revolto movimento
Todo novo argumento
Todo novo calendário
Todo novo novo-testamento
Nosso novo gesto de clamor!

É pedra, é bronca
Byte, cabeça
Bit, cabaça
O enredo que provoca refaz quem só condiz!

É pedra, é bronca
Byte, cabeça
Bit, cabaça
O enredo que provoca refaz quem só condiz!
… disfarça!

Tudo o que nos sirva
Tudo o que nos sirva
Tudo o que nos sirva
Tudo o que nos sirva

Pode parecer prudência redispor a mesa e a disposição
Reciclar o som a tempo
Reconsiderar passadas ressalvas

Todo resquício
Esse excesso e vício interior
Todo não achado
Todo inacabado bom
Todo revolto movimento
Todo novo argumento
Todo novo calendário
Todo novo novo-testamento
Nosso novo gesto de clamor!

Há de haver avanço
Há de haver soro e sal
Há de haver solução
A tudo que nos sirva!
Tudo que nos sirva!

Não poder se opor a dor é relevar a si
Não poder se opor a dor é relevar a si
Não poder se opor a dor é relevar a si
Não poder se opor a dor é relevar a si… só!
… É revelar a si só

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada! [3]

30 de agosto de 2011
Na tarde desta Terça-Feira foi lançada mais uma faixa de “A Sociedade do Espetáculo”.
“Amanhã Será” é uma parceria entre Fernando Anitelli, Daniel Santiago e Gustavo Anitelli, fala sobre lutas e revoluçõe. Além de uma letra forte, tem um clipe bonitão!
Mais uma vez, cá está a letra e o clipe.


Amanhã… Será?
(Daniel Santiago / Fernando Anitelli / Gustavo Anitelli)

Se aliança dissipar
E sentença for só desamor!
A tormenta aumentará!

Quando uma comunidade viva!
Insurrece o valor da Paz,
Endurecendo ternamente!

Todo Bit, Byte e  Tera
Será força bruta a navegar!
Será nossa herança em terra!

Amanhecerá!
De novo em nós!
Amanhã, será?

O “post” é voz que vos libertará!
Descendentes tantos insurgirão
A arma, o réu, o véu que cairá!

Cravos e Tulipas bombardeiam
Um jardim novo se levantará!
O Jasmim urge do solo sem medo

O sol reclama no Oriente!
Brada a lua que ilumina!
Rebelando orações e mentes!

Amanhecerá!
De novo em nós!
Amanhã, será

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada! [2]

11 de agosto de 2011
A segunda letra inédita divulgada de “A Sociedade do Espetáculo” é uma parceira de @fanitelli e @Leoni_a_Jato.
Nós, do Sarcasmo Raro, queremos todo mundo cantando junto e divulgando o/ (a música e o blog, ok?).
http://tramavirtual.uol.com.br/musica/tocar/361566

Com vocês:

Nas Margens de Mim
(Fernando Anitelli/ Leoni)

Eu me senti como um rei
Me larguei, dormi
Nas margens de mim
Me perdi por querer
Eu não fiz, não fui
Me desaprendi

Eu quis prestar atenção
Em tudo que é menor
Mais lento e baldio
Deixo o rio passar
Tão voraz, veloz
Me deixo ficar

Quando o sol acena parte em mim
Diz valer a pena ser assim
Que no fundo é simples ser feliz
Difícil é ser tão simples
Difícil é ser tão simples
Difícil mesmo é ser

Me recolhi, fiquei só
Até florescer desapego e raiz
Improviso e razão
Tanto pra colher
Agora e aqui

De qualquer maneira, parte em mim
Diz valer a pena ser assim
Que no fundo é simples ser feliz
Difícil é ser tão simples
Difícil é ser tão simples
Difícil mesmo é ser

Sarcasmo Raro Lyrics – O site de letras da raruxada!

3 de agosto de 2011
A letra de “Da Entrega”, primeira música inédita do álbum “A Sociedade do Espetáculo” a ser divulgada, pra toda raruxada cantar junto.
E vocês ainda dizem que somos ruins!
Baixem, cantem e divulguem (a música e Blog)
http://tramavirtual.uol.com.br/musica/tocar/360885/

Da Entrega
(Fernando Anitelli/ Daniel Santiago)

Apoderar-se de si
Recombinando atos
Não sou quem estou aqui
Sou o instante… passo!

Cada um, cada qual
Resgatar o júbilo
Resistir, ser plural
Repartir o acúmulo

Apoderar-se de si
Remediando passos

Convergir no olhar
Nosso brio e fúria
Conceber, conservar
A aguerrida entrega

Nesse nosso desbravar
Emanemo-nos amor!
Até quando suceder
De silenciar
O que nos trouxe até aqui

Nada melhor virá
Nada melhor virá

Apoderar-se de si…
remediando passos!